O namorado da minha mãe comeu minha namorada

Um conto erótico de SUPER_CANALHA
Categoria: Heterossexual
Data: 18/01/2013 21:00:57

Capitulo-01

Essa historia que eu vou narrar agora aconteceu ha dois anos atrás quando eu Leandro tinha 14 anos, meu pai faleceu quando eu ainda era bebe e de La pra Ca minha mãe sempre se envolvia em relacionamentos que não davam muito certo e ela acabava sempre triste com isso, apesar de minha mãe Cassandra ser uma linda mulher de seus 30 e poucos anos e ser linda de rosto e possuir um corpo muito bonito, branca cabelos pretos de seios fartos e pernas grossas ela só veio mesmo ficar feliz ao lado de Eduardo um orientador de naturismo de 28 anos a quem todos carinhosamente chamam de Ed, Ed é forte, malhado, moreno tipo canela, bem extrovertido e dono de uma pica de 22 cm cor de chocolate que deixa minha mãe muito feliz, eu nessa época também estava namorando, Bianca uma linda menina de nosso bairro ela é linda branca bem clarinha com cabelos e olhos castanhos mel e apesar de ter apenas 15 anos já é dona de um corpão de mulher, pernas torneadas e coxas malhadas, bunda bem empinada, saliente e arredondada, cintura fina, seios médios bem desenhados e cheios quem vê ate pensa que ela usa silicone, mas não, são bons genes mesmo com um pouquinho de malhação, culminando com um rosto lindo e meigo, já bem diferente de mim branquelo e magrelo, estávamos com três meses de namoro, ambos somos virgens e ela foi criada com muito recato.

tudo começou quando uma vez chegamos a minha casa, íamos jogar algum jogo na sala, Ed estava satisfazendo mamãe, ouvimos o gemido dela e logo Ed apareceu La na sala com uma cueca samba-canção com seu pau ainda visivelmente duro me cumprimentou e foi falar com a Bianca, nisso ele pegou a cabeça dela e trouxe para junto de si, como ela estava sentada no chão sua cabeça ficou na altura do ventre dele o que fez seu rosto esfregar no tecido onde havia o volume, ela riu e eu achei normal, nessa época ambos éramos muito inocentes e não mal dávamos as ações de Ed, fato esse que explica muita coisa, ele ficou esfregando o rosto dela em seu pau sob o tecido como se estivesse fazendo um carinho e ficava dizendo que eu era muito novo pra ela e todos riamos.

Nesse período me dava muito bem com ele, pois via como minha mãe estava feliz com ele, como nunca vira com outro, a principio eu não gostei muito da idéia de Ed morando La em casa mas ele conseguiu convencer mamãe que ficava melhor pra ele e ela muito apaixonada acabou me convencendo e com o tempo vi que não era nada demais, pena que não sabia o que eu sei agora, depois ele veio perguntar o que estávamos jogando e se poderia jogar também, logo mamãe levantou e foi fazer um lanche para nos enquanto ficamos os três brincando na sala, Ed sempre que vencia passava a mãe de alguma forma em Bianca e ria, após comermos minha mãe foi deixa Bianca em casa e ele e eu ficamos conversando na sala, logo ele me perguntou se eu já tinha pegado a Bia que era como chamávamos ela carinhosamente, a principio não entende,foi ai que ele me explicou que estava falando de sexo e eu respondi que não, que ainda estávamos nos conhecendo e não tínhamos chegado neste ponto, ele me disse então para ter cuidado, pois se eu num fizesse o meu papel, vinha um e faria e saiu rindo para o quarto.

Na mesma semana Ed nos convidou para uma viagem então perguntei a minha mãe se podia chamar Bianca para ir também, a principio minha mãe disse que não, mas Ed acabou convencendo-a que tudo bem, os pais dela não acharam ruim por que seria com meus pais então ela foi, era para um interior praieiro nos pensávamos que íamos ficar numa cidadezinha ali perto, mas qual nossa surpresa quando descobrimos que íamos ficar numa chácara próximo da cidade e mais próximo ainda da praia, La era uma chácara de naturismo, isso também me surpreendeu agora entendia por que mamãe relutou um pouco para nos trazer, mas com o domínio de Ed sobre ela não teve como negar.

Após nos registrarmos na recepção onde já conheciam Ed fiquei sabendo que só poderíamos ficar vestidos dentro da choupana onde iríamos ficar instalados, então fomos conhecer o lugar onde iríamos dormir, a chácara era linda, piscinas, muito verde, jardins ornamentais, sauna e varias pessoas nuas, como estávamos chegando ainda não precisaríamos tirar a roupa, chegamos a nossa choupana era muito bonita, só tivemos um problema La o clima que era bem mais quente do que estávamos acostumados, então logo Ed e minha mãe estavam nus e disseram que iam dar uma volta pela chácara e perguntaram se não queríamos ir, estávamos ainda muito constrangidos em ter que tirar a roupa, mas Ed logo começou a nos explicar suas teses ideológicas e a Bia acabou aceitando e começou a tirar a roupa, era a primeira vez que via minha namorada nua, então eu acabei aceitando também, eu estava com o pau meia bomba apesar de ser um pau de menino ainda, minha mãe já ia me repreender, quando Ed disse que aquilo era normal e um estado natural quando me sentisse a vontade com meu eu livre não ficaria assim, então ela sorriu e fomos dar uma volta pela chácara, logo meu pau baixou com a vergonha das outras pessoas me vendo nu, Ed sugeriu para irmos pra piscina tinha uma livre que era para quem gosta de vôlei de piscina então para não ficar desigual combinamos que seria eu e minha mãe contra Ed e Bia, mas eu achei que ficou desigual do mesmo jeito pois ambos jogavam muito bem e nos não, sempre que Ed fazia ponto ele abraçava Bia e aquilo mexia comigo de alguma forma que eu não gostava, ela animada pelo jogo o abraçava também e seus corpos eram comprimidos fazendo os seios de Bia serem esmagados pelo peitoral másculo de Ed, já fazia algum tempo que estávamos brincando quando minha mãe disse que estava com fome e queria almoçar daí saímos e fomos comer, o restaurante de La era especialista em frutos do mar e comemos muito bem. Voltamos para a choupana para descansar um pouco e seria feita a divisão dos quartos onde Ed disse que ele e minha mãe dormiriam no quarto maior e eu e Bianca dormiríamos no outro quarto, foi quando minha mãe interveio dizendo que não, que Bianca dormiria no outro quarto e eu dormiria na sala, pois os pais dela estavam confiando na gente.

Após um tempo o celular de minha mãe toca e ela teria que ir urgente fazer umas cirurgias no hospital, Ed perguntou se ela queria que ele a levasse, no que ela disse que não para ele ficar tomando conta das crianças, após minha mãe sair Ed disse que iria fazer sauna e perguntou quem queria ir, eu não estava muito a fim de ir, mas como Bianca quis então lá fomos-nos, quando chegamos à sauna, havia poucas pessoas, uns dois velhos que quando viram Bianca comentaram algo entre eles e ficaram olhando, então Ed perguntou por que estavam olhando pra sua filha e pôs Bianca sentada em sua perna e segurando-a pelo seu tórax, notei que o seu polegar estava no peito de Bia, os velhos ficaram constrangidos e acabaram deixando nos sozinhos, então Bia continuou sentada na perna de Ed e passou com o braço apoiando em seus ombros, o que deixou o contato de seus corpos ainda mais próximos, pois o seio direito de Bia tinha contato direto com o peitoral de Ed, seus corpos colados começaram a suar com o calor da sauna deixando-os lisos, o que fazia seu bumbum encostar-se ao pau de Ed de vez em quando e Ed passava a mão na lateral da cintura dela, foi quando ele pediu que ela fizesse uma massagem em seus ombros, então ela sentou na coluna atrás da que ele estava sentado e começou a massagear seus ombros, nisso o pau de Ed começou a endurecer, mostrando suas proporções monstruosas, notei que Bia ficou vidrada naquilo e eu também estava espantado, Ed de olhos fechados curtindo a sauna com a massagem, eu como sou magro não estava mais agüentando então chamei Bia para sairmos e nos refrescar, no que ela disse que ia ficar mais um pouco, eu num agüentei e fui pra piscina mais próxima dali, fiquei por ali um tempo quando voltei à sauna só tinha umas senhoras, então fui para nossa choupana.

Chegando pus minha bermuda e ouvi as vozes deles no banheiro, quando entro no banheiro ambos estavam nus conversando animadamente dentro do Box passando sabonete um nos braços do outro e Ed estava com seu cacetão duro, grosso, cabeçudo, cumprido e cheio de veias apontado para a bucetinha branquinha e lisinha de minha namoradinha, coisa de uns cinco centímetros de seus lábios vaginais, e perguntei por que eles estavam tomando banho juntos e ele disse que estava calor e para economizar água por motivos ambientais, estavam tomando banho juntos e que como ele já tinha visto Bianca pelada mesmo, não teria nenhum problema, perguntei então por que ele estava com o pênis ereto e ele disse que estava com o pênis ereto, pois era um estado natural do corpo, mas já que me incomodava ele iria baixá-lo agora, então pegou Bianca pelas pernas e a suspendeu no ar segurando-lhe por trás dos joelhos de costa para ele e esfregou toda extensão de seu caralho no priquitinho e no cuzinho molhados de Bianca, simulando os movimentos de sexo, mesmo com o susto, todos rimos do ato, ele fez isso três vezes e foi pondo-a no chão e quando ela vinha para perto de mim ele a segurou pele ombro com a cabeça da pica ainda presa pelo rasgo da bunda dela de frente para ele me falando pra eu vir tomar banho junto com eles, mas eu disse que não que só estava esperando Bianca terminar o banho para darmos uma volta na cidade e enquanto isso eu fiquei lá conversando com eles, vira e mexe seu cacetão esfregava na bunda de Bianca e em um momento enquanto ele passava sabonete no pau, o sabonete caiu e pediu A Bianca para pegar, no que ela se abaixou, seu cu ficou bem exposto na direção do pau dele com poucos centímetros do contato e ali ele comentou para mim como ela tinha o rabão enquanto dava umas porradinhas com seu pau na banda esquerda da bunda dela, ela levantou rindo e lhe entregou o sabonete, ele agradeceu e pediu para sairmos para ele terminar seu banho, na saída passou a mão no seio de Bianca alegando que ainda tinha sabonete no mesmo, então saímos do banheiro e quando estávamos terminando de nos arrumar ouvimos ele dando um gemido alto perguntei se estava tudo bem e ele disse que sim e que quando quiséssemos voltar ligássemos para ele ir nos buscar e saímos.

Passeamos por algum tempo naquela cidadezinha, mas Bia parecia não estar muito animada com aquela parte da viagem, então liguei pro celular do Ed que logo apareceu de carro no ponto que combinamos, compramos uma pizza na volta e ao chegar tiramos a roupa, jantamos e fomos dormir de madrugada acordei devido o calor e escutei a voz da bia e do Ed eles estavam na porta do banheiro, pelo teor da conversa eles também não tinham conseguido dormir por causa do calor, então Ed foi tomar um banho e bia o encontrou no corredor, ele perguntou se ela queria vir também no que ela disse que sim, eu pensei em ir ate lá, mas acabei ficando escondido próximo ao banheiro por que achei aquilo esquisito, então eles logo ligaram o chuveiro e estavam juntos em baixo dele, Ed pôs Bia em sua frente de costas pra ele e disse que ia ensaboá-la no que ela riu consentindo, seus corpos estavam grudados, as costas e bunda de bia estavam totalmente coladas ao ventre e tórax de Ed, tanto que o pênis dele ficou entre suas pernas e logo o pau de Ed ficou duro entre as pernas dela esfregando em seu priquito, ela olhou e ficou reparando aquela coisa grossa no meio de suas pernas esfregando em sua buceta, Ed lhe perguntou se estava lhe incomodando, ela disse q não e que tinha ficado curiosa para ver o pau dele duro novamente, pois naquele dia fora a primeira vez que viu um homem nu e com o pênis em riste durante a sauna, nisso ele passando sabonete no corpo dela agora esfregava seus seios e começou a manuseá-los, isso parece ter surtido algum efeito em Bia, pois ela fechou os olhos e seu corpo começou a se arrepiar e seus bicos ficaram duros, a pica de Ed estava muito dura e com a esfregação das coxas de bia seu membro ficou totalmente ereto chegando a enganchar de vez em quando na portinha de sua buceta, nisso Ed começou a beijar seu pescoço e disse pra ela que se ela tinha curiosidade em saber como era o pau de um homem de verdade, ela poderia pegar no dele e aproveitar para passar sabonete nele e logo ela passou sabonete nas mãos e ficou esfregando o pau de Ed e manipulando-o entre suas pernas, dava para perceber que Ed dava leves investidas de sua pélvis contra o bumbum de bia, isso tudo sem deixar de ensaboar seus seios apertando-os, ele desligou o chuveiro e continuou ensaboando-a, agora com uma mão ensaboando sua barriga e outra sua bunda, enquanto bia de olhos fechados manipulava seu pau com as mãos e as pernas empinando seu quadril para trás, notei que em um momento ela dirigiu o pau dele um pouco para trás, enganchando na porta de sua bucetinha, nessa hora ele ficou enganchado nela e pegou suas mãos esticando seus braços como naquele filme Titanic e fez um leve movimento de ir e vir para trás, mas só enganchado mesmo, notei que a bucetinha de bia estava babando e melando todo o pau de Ed, que parou de beijar seu pescoço e deu uma lambida em sua orelha nessa hora Bia deu um gemido que parecia uma gatinha ronronando e a picona de Ed escorregou pra fora da porta fazendo um barulho de estampido e após algumas bombadinhas rápidas entre suas pernas ele ejaculou forte na parede em frente a eles, eram jatos muito fortes de porra consistente e enquanto gosava lambia o pescoço e apertava forte os peitos de Bia que estava vidrada no que acontecia entre suas pernas, apos o gozo Ed perguntou pra ela se tinha matado sua curiosidade e ela disse que tinha sido muito divertido, ele então disse que aquilo ficava entre eles e ligou o chuveiro para tirarem o sabonete e logo saíram, Bia ainda quis ir para o quarto de Ed dizendo que estava com medo de dormir sozinha, pois nunca havia dormido fora de casa, Ed disse que melhor não, pois eu ou minha mãe poderiam não gostar disso, deu um tapinha em sua bunda e foram cada um para seus respectivos quartos.

Eu fui beber uma água e passei pelos quartos deles, Ed dormia como um rei todo distribuído na cama e quando passei pelo quarto de Bia, ela estava a manipular sua vagina com movimentos frenéticos dos dedos em seu clitóris, gemendo baixinho, eu fiquei observando aquilo por algum tempo e meu pau ficou duro, em dado momento ela deu um gritinho contido pelo travesseiro e ficou deitada de lado, esperei um pouco e chamei por ela, que com a voz fraca me perguntou o que era e eu perguntei se estava tudo bem, ela respondeu que sim e perguntei se ela queria que eu ficasse um pouco com ela, ela disse que tudo bem, mas que assim que o sol surgisse, eu teria de sair, então fiquei deitado ao seu lado na cama ambos nus, mas quando fui tocá-la, ela disse que estava com sono e que eu se quisesse ficar ali deveria respeitá-la, não mexi mais nela esperei um pouco e logo ela adormeceu, então voltei para o sofá.


Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive Super Canalha a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/11/2017 02:45:15
Eitta corninho juvenil, interessante
23/02/2016 13:37:55
Super Canalha que delicia esse conto ele é bem do jeito que me alucina ..como é bom ler contos assim me identifico absolutamente em meu prazer de imaginar vivendo tudo isso com minha esposa ..adorei nota dez quero mais e mais contos desse tipo exatamente desse jeito assim nota mil
10/03/2014 01:39:21
Pow.. Perdeu cara!
05/03/2014 18:28:45
Ola Vaqueiro, obrigado pela preferencia ^_^, e sim meu querido pode sim por favor, me sentiria honrado em ter meus contos em seu site que inclusive gosto muito e ainda estou esperando a continuação de tres que vi la que são o dos 3 lobos maus e 2 ninfetas, bruninha gang bang e minha mulher rabuda e novinha e meu tio tarado e pauzudo, que são contos muito bons por sinal, ainda gostaria de te fazer um pedido de postar la tambem meu conto O pai do meu Marido que é um conto extenso mas eu o escrevi com muito carinho e emoção, então fique a vontade e sucesso para vc. um abraço do canalha
04/03/2014 21:56:46
ola super canalha gostei muito dos seus contos principalmente desta serie gostaria de saber se posso postar seus contos no meu blogger
02/11/2013 19:45:07
muito bom
16/10/2013 00:34:26
Você devia era ficar de pau duro para enrabar seu padrasto
16/10/2013 00:33:02
Oi
24/01/2013 20:59:43
Nossa muito bom seu conto, muito envolvente mexe mesmo com o leitor. Chega deu uma esquentada em mim.
20/01/2013 21:54:54
Meu sério seu conto é muito massa, vc tem que continuar sem falts
19/01/2013 21:07:10
Fico feliz que agora você esteja treinado para a vida de corninho; mas não se preocupe, isso não é demérito, pois quem não é corno vai ser.
19/01/2013 01:50:24
19/01/2013 01:50:21
Cara nao sei como vc consegue ver seu padrasto de pau duro na frente da seu namorada e naoi fazer nada , eita q corno manço . Seu conto ficou bom continua

Listas em que este conto está presente

Contos que eu adoro.
Adoro contos eróticos sobre traição,cuckold.
Putaria, os melhores contos
Os melhores contos, mais bem escritos e excitantes, sobre cuckold e incesto.
Roberto13
Histórias


motoqueiro barbudos e pentelhudo nussogra linda aprova genro pauzudocontos erotico pai estupra filha com ozaimivideos de munhe durmido de xortiicontoseroticos/comadre rabudaencoxando na piratamaldiçao da clareira da cadelaapaixonado por dois brutamontes da faculdade 12x. boqetebucetinhaa. pequi nininhaxvdio chinezarnegão caralhudo fudendo loira cinquentona de todo jeitoxvideos sheila bordel novelaxxvideo mulher a seita tranza.com o marido e .com travestiContos gays o jumento do velho borracheiro me deixou louco .contos de putari negraos quadradinhosxvideos com mulheres dos seios fragidoshomem chupando mulher que cor de roupa que insistir vídeo soca peladavideos de munhe durmido de xortiiamo meu irmão conto eroticoporno irserto mãe ajuda patrasto estrupa o cu da emtiadagarotas q nao aguentaram um pau grande e tentaram sai do pauconto erotico bebadaVr vidios porno no xvidios do teste de fudelidadeconto patricinha escravacontos eroticos de moreno perigosofeminizaçao esposa cu grosso contopadrasto enteada falei de sexo brasileiroporno entre irmao gay o maiorcome o cu do outrocontos eiroticos leilaporngemendo que vai cagar enquanto toma pica no cugosando n calcinha d ninha irmamMeu marido era louco pra me ver com uma picona toda socada dentro de minha buceta e na minha bunda e eu fiz sua vontade!titio comeu meu cuzinhocontos eróticos dando minhas tetas pra machosxvideofiumepornocaiu na net contos reais de genro flagra a sogra nua engravida elaContos pedi pro meu marido me levar num puteiropirnogozapadrasto comendo a novinha dentro da sua casa me amarrotaMeu cão ralf me comeu contoX video Adilson mim fodepuitnhoconto erptocp gay paicomendo irma de saiaxvidioscontoerotico namorada e mae putas do tio jorgemeu genro negro fode meu cuzinho com forca contos sexyvideo pornotio acomda sobrinha co rola detro da bucetinhaconto erotico comedor ousado faturou esposa fielConto erotico- sogra so de calcinhaporno vidio coroa tava emtertidacontos gays pique esconde no orfanatocontos eiroticos leilapornpornô doido de cetona de mini saia sem calcinha sentando na rolameu marido quer ser cornomoleque enchem praia nudismocontos corno grupalminha cunhada casada muito linda e gostosa com uma bucetinha cabelinho baixinho bundinha ditruida com a rola do negaowww.casadoscontos/gayputo.comso sexo incesto mãe e filho contos ineditosxhamstr Contos eroticos fodendo a tia cavalona que estava roçando a bundaTa tarada roludo vendo novinhas com cálcinhas melecada vidio de ponodoido tarado rasgando o cuzinho da maeAssestir xvodeopai pega filho comendo a mae porno cnccConto erotico esposa e sua amiga e estrupadas por marido picicopata por sexoAnimando o namorado tristinho xvideosquero baixar filme pornô do genro na intenção da sogra batendo p****** e g****** nas calcinhas delacasadoscontos.com advogada viciosa[email protected]comida por um cavalo de verdade conto erticocontos eiroticos leilaporncontos eroticos comi minha irma mais velhaa aula terminou iih eu fiquei na sala na siririca no xvideodois negao dt realisa fantasia de uma mulher casada boa fodaContos eroticos com o dono da verdureirocontos eroticos minha cunhada beteu uma punheta pra mim quando andava na garupa da minha motoeu quero ver sexo de lésbicas com lactofilia aguentando mulheres adultasmenininhas com bucetinha apetadinha gritando tirá tirá taduedoContos erotico de inseminação contos eiroticos leilapornwattpad contos eroticos pai e filhastitia safada gozando esquirt contos incestosporno doido homem com cacete duro basta encostalaela cagou no meu pau conto eroticoXVídeos sobrinho comendo a buceta de mulhe de tio45 anoscontos pornôs vingança órfã gangbangpornomuhe gozando com pau inorme decavalocavalo ensima dá mulher zoofelia vídeos relatos íncestos tio e sobrinha dormindo nuconto erotico funk peladaxxxxxxxvideos com professoras de educacao fisica