Aprendizado na chácara.

Um conto erótico de Homem Sério
Categoria: Homossexual
Data: 08/07/2012 16:44:45
Última revisão: 24/01/2020 14:16:03
Nota 10.00

Morávamos numa chácara, com meu avô, era muito grande, ocupava toda uma quadra, tinha mata,minas d'água, até uma pequena cachoeira e plantações de temporada. Minha família era muito grande e religiosa, fazia dois anos que meu pai tinha morrido, minha mãe optou por morar com o pai dela, nesta imensa chácara. Tinha muitas tias, tios e primos, mas eu era filho único.

Meu avô começou a tomar conta de mim, como se fosse meu pai e achou que eu não ia bem em matemática e falou pra minha mãe, este menino tá entrando no ensino médio e precisa de reforço, vamos chamar o Augusto que é o professor particular e tá sempre na igreja, todos o conhecem.

Augusto era um estudante de engenharia, tinha 23 anos, oito a mais que eu, ele era alto, magro, corpo definido, rosto bonito, comprido, cabelos pretos lisos, com uma franja, às vezes de barba, outras não, tinha pelos pretos e lisos, pele clara, um rapaz normal.

Eu era bem alto pra minha idade, já tinha 1,78m, pesava, 75kg, branco, liso, cabelos finos e encaracolados, não gostava muito de cortar o cabelo. Meu nome Walnei Jr. , todos me chamavam de Jr.

Como disse, nossa casa era grande e tinha outras construções, inclusive uma capela e tinha um salão enorme, onde meu avô recebia afilhados, as carolas e se reunia muito lá socialmente.

As aulas, pontualmente, as 14:00 horas, seriam três vezes por semana, até eu ficar bom em matemática.

Augusto ia de bermuda, ou short de basquete e camiseta me dar aulas, logo na segunda semana, começou acontecer algo diferente, íamos ao quadro negro e ele me enconchava, sentia seu pênis volumoso roçando na minha bunda, parecia que era sem querer, mas a partir da segunda sexta-feira, isso foi ficando mais constante.Ele segurava na minha mão, encostava seu tórax em mim e pressionava a pistola dura na bunda e se movimentava de leve num vai e vem. Sentia sua respiração excitada, sua voz ficava embargada

Na terceira semana de aula, ele usava uma calção de basquete azul, eu fazia um exercício, na mesa grande e sentado no banco, quando olho para ele, o pau dele estava duro, saindo pelo calção, tinha uma cabeça vermelha, exposta por uma pele branca, muito duro. Ele me olhava com desejo, e eu fiquei imóvel , atônito com a cena. O pau do cara era bonito pra caralho e nem sabia que eu ia achar isso bonito, que ficaria impressionado com aquele cacete. Ele segurou e pós pra fora do short, me mostrando. Eu não reagi, não peguei nem nada, só olhei.

Ele pegou minha mão e pós no cacete dele, segurei aquele pau e quente, comecei a rir e bater uma pra ele, de repente brota uma babinha transparente e ele geme.

Ele abaixa mais o short e se levanta na minha direção, pega no meu ombro me fazendo levantar e me virando de costa pra ele e procura abaixar o meu short e vai com a mão na minha bunda, enfiando um dedo no meu rego , me pondo de quatro em cima do banco. Encosta a cabeça da pica no meu rego, procura meu cuzinho, ele geme e diz que tá gostoso.

Ele força a entrada, mas eu travo meu cu, não deixo, fiquei com medo, ele cuspiu na mão e passou na portinha, mas mesmo assim não entrou, fui tentando sair da posição e fiquei de cara pra pistola dura, vermelha e melada, tentou enfiar na minha boca. Eu rejeitava a pica na boca, mas ele gozou logo, na minha cara, nos meus lábios, escorrendo pelo meu rosto e ele gemia descontrolado.

No sábado pela manhã, chegaram minha tia e o seu marido, tio Orlando, ele é português e é um homem enorme, tem mais de 1,90 m e deve pesar uns quase cem kilos, tem cabelos pretos, lisos e cheios, alguns fios grisalhos, lábios grossos e usa cavanhaque, mãos enormes, corpão. Foram almoços e jantares comemorativos, pela chegada deles.

No domingo pela manhã, fomos todos passear pela chácara ele disse que queria ir no pocinho da cachoeira e mas, ninguém foi junto, só eu. Ele pegou uma toalha e tirou a bermuda, na varanda e ficou só de sunga e camiseta.

Reparei todo aquele volume, dentro da sunga, fomos andando e conversando, chegando lá ele tirou a camiseta e pulou no poço e eu pulei também mas usava um short comprido.

Depois de nadarmos no lago, por um tempo, ele me chamou pra ir embora, pegou a toalha e entramos para um pequeno banheiro que meu Vô construiu ali, era só um vazo, pia com espelho e uma ducha. Ele em direção do vazo, dar uma mijada, tinha posto o piruzão pra fora, mas acabou tirando a sunga toda, ficando nuzão. Não conseguir mais, tirar os olhos daquele cacetão, mole e era grosso, branco, cabeça roxa.

Enquanto ele mijava, ia me dando ordens, tipo abra o chuveiro e vá temperando a água, mandou eu tomar banho também, entrei de shortão e virou-se de frente para mim, balançando aquele piruzão e viu que eu não tirava o olho, perguntou a queima roupa, o que foi, nunca viu, não? E falou tira esse short logo, você esta sujo de barro.

Eu o obedecia todas as ordens sem questionar. Estávamos muito próximos, meu pinto tava ficando duro e eu com vergonha disso. Ele riu pra mim e falou, quer pegar aqui, segurando o cacete, meia bomba, antes que eu dissesse qualquer coisa, ele pegou minha mão e pós no cacete dele.

Assustei com o ato dele, veio meu professor Augusto na cabeça, em frações de segundo, ele me deu um golpe e abaixando minha cabeça pelo pescoço e pós minha boca, na pistola dele e gemeu, soltou um ai alto. Acabei ajoelhando por conta própria e abocanhei com gosto aquele cacetão,que acabava de ficar totalmente duro. Era tão grande que não cabia na minha boca direito.

Segurava na coxonas dele, ele mandou eu segurar no pau dele, eu só de olhos fechados com aquela cabeçona roxa na boca...ele foi ficando mais excitado e me disse, Juninho,hoje vou te ensinar uma tanto de coisa.

Me levanta por um braço e com me vira para parede, inclinando minhas costas, e com a outra mão, pega condicionador e vai passando no meu rabo. Enfia um daqueles dedos grossos no meu cu e aponta em seguida a pistolona para a portinha do meu cuzinho. força a entrada, quis fugir, mas ele me espremeu na parede, forçando seus peitos peludos na minhas costa e enfiando mais o pau.

Foi fazendo movimentos de vai e vem curtos, eu de olhos fechados e nessa hora, meu cu ardia, passou-se um tempinho e senti um movimento diferente na cabeça do pau dele, e ele urra baixinho, tava gozando, gozando dentro do meu cu. Foi aliviando a pressão, pus a mão pra trás e ele segurou olhei pro pau dele e vi que tava um pouco sujo e ele virou meu rosto, enquanto lavava o cacete sem que eu olhasse.

Depois me puxou pra baixo da ducha e lavou meu rabo com sabonete. Nos enxugamos e subimos, ele passou os braços pelo meu ombro e fomos conversando outros assuntos.

Mais tarde, na hora de despedir ele me chamou a sós e falou que aquele era um segredo nosso e que na próxima visita, que seria em breve, ele me ensinaria outras coisas.

Fiquei feliz com a promessa, na segunda na hora da aula de reforço, eu poderia mostrar para o meu professor que já não era mais tão inexperiente, mas isso é uma história para um outro conto.

Abração!


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Homem sério a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/12/2017 19:09:05
Olha, Homem Sério, não sou professor de Português, mas tem uns lances que você deveria prestar atenção: quando no cara ENFIA o pau, ou os dedos, ou a mão, ou a língua, não é "enViar", como você sempre escreve. ENVIAR é mandar algo para alguém. Quando enFia os dedos, língua, ou mesmo o pau, o correto é "enFiar"! Da mesma forma que não existe "SUBACO", mas SOVACO, entendeu? Mas gosto muito dos seus contos e sempre dou nota dez, apesar desses erros crassos. Espero que você me entenda e não fique com raiva de mim! Um beijo na cabecinha do seu caralho!
01/01/2015 08:49:56
Bom!
05/09/2012 14:56:46
bom demais... Você escreve muito bem!
30/07/2012 20:18:13
Olá. Meu nome é Rubia sou casada e adorei seu conto. Tenho um publicado. O nome é "A procura de um amante". Também tenho um blog sobre sexo, com muitas fotos e minhas aventuras. O endereço é: rubiaebeto.comunidades.net
22/07/2012 13:44:09
Obrigado.
22/07/2012 00:37:42
delícia de conto. continua, vc leva jeito! nota máxima, cara!


eu com 19 anos de idade eu era virgem da minha buceta e virgem do meu cu eu moro sozinha com meu pai viuvo meu pai ele achava que eu não era mais virgem da minha buceta a noite eu tava no sofa com meu pai ele conversando comigo ele disse pra mim filha você tomar anticopcional pra você não engravidar eu disse pra ele pai eu sou virgem da minha buceta meu pai disse pra mim filha você com 19 anos de idade você e virgem da sua buceta eu disse pra ele eu sou virgem da minha buceta pai ele disse pra mim filha eu tou feliz com você porque você é virgem da sua buceta ainda eu disse pra ele pai eu quero perder minha virgindade da minha buceta com você meu pai ele me deu um beijo na minha boca ele me levou pro seu quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na sua cama ele chupou meu peito ele disse pra mim filha sua buceta virgem raspadinha e linda ele começou a chupar minha buceta virgem eu gozei na boca dele eu chupei seu pau ele foi metendo seu pau na minha buceta virgem que sangro ele começou a fuder minha buceta eu gozei conto eróticoWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOSmenina tem cuzinho virgem.tirado cabaço pelo policial.roludo na blitescontos erotico de casadas traindo ele e cupado.xvideo Comendo a Mulher do Meu Tio CielyXvideos avó curva-se e neto enrraba-acontos eroticos comendo minha prima enquanto ela amamentava seu bQuero ler contos erotico o menino do mororapazes pegão moças na estradas aforça para fudelascontos eroticos privatebuceta loira 👱 peladaSobrenatural-Contos Eroticos zdorovsreda.ruBuceta parecendo um cupim deu boiX vidio comi merda do pau do amigo ke comeu minha namorada contos eiroticos leilapornginecolojista safadaacabei transando.com o namorado da minha filhaII casa dos contoscomi o cu da gringa contosfrutaporno escondendo do paicontos eróticos dermatologistas safadasvideos de pornô lela chora iquato gozaHistorias erosticas viadinho dano o rabo para o pedreiro da obra .. E choraevangelicas na zoofilia com cachorrover vídeo pornô da irmã novinha de 18 aninhos entubando com outro irmãoquero v vidios d megao d pau grand gosano dentro da buceta d menina novingaxxvideos eu e minha manorada estuprandomulher madura e muito carente dando a xota a seu filho taradosuruba em familia so sexoencoxei lidar evangélicaSobrenatural-Contos Eroticos zdorovsreda.rucontos eroticos cnn gayzinhospaguei mas gozei gostoso na filha evangelica da empregada minha contosContos gays flagrei a enorme jeba do velho caseiro no riacho.contos eiroticos leilapornjuliana jemeno no pau groso ponodoidoGincana se gosadasemtiadas xvdrelatos íncestos tio e sobrinha dormindo nucasa dos contos trans e lesbicacasal procura homem biensinando minha enteada conduzir contos eroticoscontos eiroticos leilapornConto erotico cachorro lamber carcinha cima bucetinha melada casa dos contos eroticos evangelica casada programaler contos eroticos menagecontos eroticos meu padastro tirou meu cabacinho e alem de fuder minha bucetinha novinha agora ele tambem fode o cuzinho do meu irmaozinho bem novonhoContos porno bucetinha da bisnetinhaxvd irma bati punheta para o irmao e nao rezisti e da pra elecontos eroticos chupador de bucetapornosacana traindo o marido com entregadorCasados no motel tentando sexualmente o garçoneu minha esposa e meu amigo de adolescencniaconntos eroticos taquei o dedo na xota da primaconto erotico esposa chupando moleque pintudocontos erotico da irma batendo punheta no irmao machucadopornodoido so cinquentonas juntasbolinei amigo ate ele mi damulher de 18 anos abaixado homem verdadeiro dando a b***** e ela peidandocontos eiroticos leilapornrapaz passa o dedo na bucetinha virgem da novinha e ela gritar de dor contosxvideos gpstosa dando pro entregafoGostosinhas Trocando Saliva continue videotransa de Roberto gabirobacontos eróticos comi o cuzinho e dominei minha prima putinhaporno irado om vlhas com cu arrombaoscontos eiroticos leilapornsexo contos aiai ta doendo papai meu cuzinho tira nunamorado dormiu, foi transar com o cunhadowww.mulheres dando o chiri é o cu sem pena zap .com xvideosnegão arrombando o c****** da novinha com torcida mistahomenagem a cornodaputa Incestoirmãoxirmãonovinha de sai deincha ver a bucetaxvidios c cunhada roselenamulata safada gosto da vara do roludo e traiuPorno dua menina fraga menino puhetaestuprado por travestis contoerotico.comContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do filho e dos amigos dele e depois fode com todos eles juntos em uma orgia na sala de casa.loirastroxudasa vizinha carente doidona chupou o pau do vizinho tudo mamou demais até ele gozar dentro da boca delavih a madrasta de shortinho e n aguentei pornoxvvidio a mãe ficou presa na piacontos eróticos pique escondeconto erotico gay narrado yootube