Melhor uma punheta bem batida que uma foda mal dada

Um conto erótico de Professor
Categoria: Heterossexual
Data: 16/03/2009 17:23:01

É lógico que ninguém iria se expor aqui com histórias verdadeiras.

O anonimato ajuda na liberação das fantasias e é o que vale. Ninguém confirma que falhou, que ficou com medo, que o pau não subiu, que não conseguiu gozar ou que é feio ou feia.

De qualquer forma lemos os contos, sejam eles absurdos ou não, em busca de excitação, representada no homem pelo endurecimento do pau seguida de uma enorme vontade de gozar e na mulher pelo intumescimento do clitóris e umidade da buceta acompanhado de intenso desejo de ter um orgasmo.. Dependendo da qualidade do conto e do ambiente que ele está sendo lido pode render uma gostosa punheta ou se for o casal que lê uma ótima trepada.

O desejo sempre vai existir, seja solitário ou não.

Então mãos à obra. Com a mão fechada no pênis, movimentando prá lá e prá cá ou com o dedinho umedecido massageando o clitóris por baixo da calcinha, relaxe e goze.

Várias são as vantagens da masturbação para se chegar ao prazer sexual.

1) É de graça;

2) Não corre risco de doenças;

3) Evita gravidez indesejada;

4) Está disponível na hora que você quiser e puder.

Porém é nociva quando:

- Só se consegue prazer através dela evitando envolvimento emocional e sentimental com outras pessoas.;

- Ou se causar complexo de culpa por questão religiosa ou moral;

- Ou ainda se for usado objetos contaminados ou perfurantes no ato masturbatório.

Fora isso, prá você que é homem o pau é seu, pra você que é mulher a buceta, os peitos e o ânus são seus. Porque não explorar?

Na punheta, é você que define o momento e como você prefere chegar ao prazer.

Se prefere com um dedinho atolado no rabo, massageando os seios ou acariciando a parte de trás do saco, o gosto pertence ao dono do corpo.

Use a imaginação indo a lugares fantásticos durante a auto manipulação, em posições impossíveis na vida real, com as pessoas mais belas e gostosas, do sexo e do jeito que você preferir.

Os pensamentos são seus, a fantasia é sua e a viagem não tem limite de tempo e nem de espaço.

O seu cacete vai pulsar na sua mão explodindo de tesão.

A sua buceta vai escorrer um líquido liso e pegajoso, lambuzando dos lábios vaginais até a rodinha do ânus entre as nádegas.

Isso é tesão. É o seu prazer. É você dizendo para si mesmo que você se ama. Que se dá prazer.

E se é capaz de amar-se com intimidade tem competência para amar e causar sensações prazerosas às outras pessoas porque só podemos dar o que temos.

Então,

Abraçe o seu pau, sinta ele na mão, punhete e goze gostoso;

E vocês mulheres, massageiem a sua bucetinha melada. Um dedo coloque lá dentro em movimentos para dentro e para fora e com a outra mão massageiem o clitóris carinhosamente e depois de um tempo...

Explodam em orgasmos alucinante.

Gozem, gozem muito.

Com um bj do professor


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Dinossauro a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/05/2009 13:41:53
eu tenho 2 contos aqui. Os 2 são retratos fiéis dos acontecimentos. Respeito a imaginação e a criatividade de cada um, mas é importante que se respeitem o direito de cada um escrever o que desejar. Agora conto mal escrito tem que descer o malho mesmoEste teu conto é de uma babaquice que dá dó
09/05/2009 12:18:06
Olá....eu concordo que a masturbação é adorável, temos que nos conhecer sim, saber nos saciar para, então, podermos saciar alguém com maestria. Agora, indispensável o contato com o outro, que com certeza, também, mostra muito de nós! Escrevi meu primeiro conto,leia també, e podedendo, faça seu comentário! Um grande beijo, aguardo ansiosa!
17/03/2009 15:56:21
"É lógico que ninguém iria se expor aqui com histórias verdadeiras. O anonimato ajuda na liberação das fantasias e é o que vale. Ninguém confirma que falhou, que ficou com medo, que o pau não subiu, que não conseguiu gozar ou que é feio ou feia." Quanta besteira! É claro que a maioria dos contos aqui é fantasia. É claro que a pessoa projeta um pouco de suas experiências nos contos, senão ficaria óbvio que são irreais. MAS tem gente que conta experiências reais por razões variadas: desabafo de consciência (incesto, traição), trazer à memória boas lembranças de uma boa transa, exibicionismo, etc. Muita dessa gente admite falha, medo, brocha, feiúra, etc. Há histórias verdadeiras sim, e os autores que não querem se expor empregam recursos variados: uso de pseudônimo ou de iniciais, omissão do nome da cidade e de outros detalhes, alteração de certos detalhes. Já tive muitas experiências. Vou rapidamente contar uma que mostra que você, professor, está errado. Eu morava em outra cidade aqui no norte do Paraná. Pela minha lembrança deve ter sido dezembro de 2002 ou janeiro de 2003. Minha mulher estava viajando e entrei numa sala de chat. Comecei a teclar com uma professora de talvez uns 35 anos de idade (na época eu tinha 49) que morava em Foz de Iguaçu e estava na cidade de passagem, visitando familiares. Ela estava numa Lan House no centro da cidade e estava no cio. Ali, sem mais nem menos, depois de termos teclado alguns poucos minutos de sacanagem, combinamos de nos encontrar em seguida. Peguei meu carro e fui encontrá-la. Eram duas da tarde. Alguém vai perguntar, mas você não teve medo de que algum conhecido visse você com ela nesse horário no centro da cidade? Nem pensei nisso. Eu tenho bipolar (naquela época ainda não tinha sido diagnosticado nem medicado) e fazia loucuras (acho que ainda faço), sem me dar conta dos riscos. Menos de duas horas depois a professora de Foz do Iguaçu e eu estávamos num motel. Quando ela tirou a roupa, vi o corpo com mais celulite que já vi em toda minha vida. Mas transamos legal. Eu estava com tanto tesão que, depois de amassos e muitos beijos, comecei a penetrar sem camisinha. Foi ela quem me ralhou para isso. Aqui no site cheguei a escrever um relato de algo que me aconteceu há uns dez anos. No meu caso foi uma espécie de desabafo. Já me aconteceu de não conseguir gozar. Estou com um problema de próstata e por isso tenho de tomar Finasterida, um remédio que às vezes não me deixa ter uma segunda ereção/orgasmo. É ruim? Depende. Se o primeiro orgasmo foi bom e a mulher ficou plenamente satisfeita, pode ser algo ótimo terminar o encontro simplesmente trocando carícias e beijos. Professor, estude mais um pouco e vai descobrir que punheta/siririca é bom quando não se tem alguém. Mas MUUUUUITO melhor é aquela transa gostosa quando os dois ficam se acariciando e se beijando antes e depois de gozarem. É MUUUUUUITO melhor quando um faz o outro gozar. Masturbação mútua também é ótima, especialmente como preliminar. Aliás, só de pensar algumas coisas já me dão um tesão tremendo: trocar longos beijos molhados que despertam ou aumentam ainda mais o desejo dela, a mulher ficar mais e mais ofegante porque estou tocando em alguma região altamente erógena (pescoço, nuca, bicos dos seios, etc, gosto de descobrir essas regiões), ouvir o gemido dela enquanto massageio carinhosamente o grelinho, sentir as pernas e o corpo dela se contorcerem de prazer durante as preliminares e os meus dedos ficarem molhados com o tesão que escorre da bocetinha. Nota 5 porque, afinal, tem hora que o único recurso é punheta mesmo.
17/03/2009 15:53:42
"É lógico que ninguém iria se expor aqui com histórias verdadeiras. O anonimato ajuda na liberação das fantasias e é o que vale. Ninguém confirma que falhou, que ficou com medo, que o pau não subiu, que não conseguiu gozar ou que é feio ou feia." Quanta besteira! É claro que a maioria dos contos aqui é fantasia. É claro que a pessoa projeta um pouco de suas experiências nos contos, senão ficaria óbvio que são irreais. MAS tem gente que conta experiências reais por razões variadas: desabafo de consciência (incesto, traição), trazer à memória boas lembranças de uma boa transa, exibicionismo, etc. Muita dessa gente admite falha, medo, brocha, feiúra, etc. Há histórias verdadeiras sim, e os autores que não querem se expor empregam recursos variados: uso de pseudônimo ou de iniciais, omissão do nome da cidade e de outros detalhes, alteração de certos detalhes. Já tive muitas experiências. Vou rapidamente contar uma que mostra que você, professor, está errado. Eu morava em outra cidade aqui no norte do Paraná. Pela minha lembrança deve ter sido dezembro de 2002 ou janeiro de 2003. Minha mulher estava viajando e entrei numa sala de chat. Comecei a teclar com uma professora de talvez uns 35 anos de idade (na época eu tinha 49) que morava em Foz de Iguaçu e estava na cidade de passagem, visitando familiares. Ela estava numa Lan House no centro da cidade e estava no cio. Ali, sem mais nem menos, depois de termos teclado alguns poucos minutos de sacanagem, combinamos de nos encontrar em seguida. Peguei meu carro e fui encontrá-la. Eram duas da tarde. Alguém vai perguntar, mas você não teve medo de que algum conhecido visse você com ela nesse horário no centro da cidade? Nem pensei nisso. Eu tenho bipolar (naquela época ainda não tinha sido diagnosticado nem medicado) e fazia loucuras (acho que ainda faço), sem me dar conta dos riscos. Menos de duas horas depois a professora de Foz do Iguaçu e eu estávamos num motel. Quando ela tirou a roupa, vi o corpo com mais celulite que já vi em toda minha vida. Mas transamos legal. Eu estava com tanto tesão que, depois de amassos e muitos beijos, comecei a penetrar sem camisinha. Foi ela quem me ralhou para isso. Aqui no site cheguei a escrever um relato de algo que me aconteceu há uns dez anos. No meu caso foi uma espécie de desabafo. Já me aconteceu de não conseguir gozar. Estou com um problema de próstata e por isso tenho de tomar Finasterida, um remédio que às vezes não me deixa ter uma segunda ereção/orgasmo. É ruim? Depende. Se o primeiro orgasmo foi bom e a mulher ficou plenamente satisfeita, pode ser algo ótimo terminar o encontro simplesmente trocando carícias e beijos. Professor, estude mais um pouco e vai descobrir que punheta/siririca é bom quando não se tem alguém. Mas MUUUUUITO melhor é aquela transa gostosa quando os dois ficam se acariciando e se beijando antes e depois de gozarem. É MUUUUUUITO melhor quando um faz o outro gozar. Masturbação mútua também é ótima, especialmente como preliminar. Aliás, só de pensar algumas coisas já me dão um tesão tremendo: trocar longos beijos molhados que despertam ou aumentam ainda mais o desejo dela, a mulher ficar mais e mais ofegante porque estou tocando em alguma região altamente erógena (pescoço, nuca, bicos dos seios, etc, gosto de descobrir essas regiões), ouvir o gemido dela enquanto massageio carinhosamente o grelinho, sentir as pernas e o corpo dela se contorcerem de prazer durante as preliminares e os meus dedos ficarem molhados com o tesão que escorre da bocetinha. Nota 5 porque, afinal, tem hora que o único recurso é punheta mesmo.
16/03/2009 19:58:45
huehueheuhuehuehue Professor de masturbação!^^


contos eroticos novinho gay viciei em mamar viajandocontos eroticos pastor faz irmãzinha chorar com pau grande no praboXvideos de novinha de dozi anos mostrando a barriguinha e os primeros pelinhostia perucas carinha de anjo nua peladasou cara discreto mais adoro vira puta xxxvideos.comlesbica adora colocar omega grelo de buceta com fosse pirupornocontoincestosentrei na pica de meu sobrinho negro contosConto erótico de corno msCamareira Contos Eroticos comendo o cu da patroa piranhonacontos heroticos comendo a irmacontos erotico fura olhoAliviando os funcionarios contos eróticosgta faz sexed putaria sessaouolcomo o penis penetra o anusmínha avô chupou minha xotacontos eróticos subjulgou minha esposacontos gay chule do padrinhocontos eroticos gay inicio fui surpreendido por um adulto dando minha bundinha e fui xantageadocomendo o cuzinho zerado da morenaxvidioso bucetas melecadaspassando lingua no cu da esposa enquanto ela mama um pinto porno doidox video mobili com mulher gostoza colocando chifre no marido com o amantexvideos ou amado69chaves enfiando o pau no cu de dona florindagloryhole sr ele elaXVídeos mulher dormindo XVídeos mulher dormindo caindo no fornoxisvedeo marido contrata um estrupado para come sua mulhetio comedo a sobirnha dadeitei de conchinha com minha mae peitudasexo porno meu pai foi ate meu quarto me chama pra conversa e me chupou ate eu gozaPika gotoso na picrita rebatendo babãopirnogozamarcelo strause aguilarquero ver o cara fazendo pipa nas pernas da mulher com short bem curtinho deitado na camasou tarado rasgo cu zapxnxx tabareucasa dos contos gaydrikaleka jasminy casa dos contoseu chorei pedi pra parar mas ele metia contoxvideo prima soltinho cultoconto eurotico eu novinha soltei um pumm meu tio escutouNovas gozdas de travesris/texto/201904106contoerotico eu namorada mae e tiocontos eróticos comendo a mamãe aiiii uiiiicontos heroticos amigos do meu marido estou um pouquinho acima do peso mais sou sexeFotos de sexo lesbico entre vilma e bettycontos eiroticos leilaporncontos eróticos avóXvideobibacorno xxx veibidor trasparentecomendo o cuzinho zerado da morenaxvidiopornodoido homen de quecao com o pau duromeu filho mais velho fica excitado ao me ver dando de mamar o bebe.contos eroticos eu fui estuprada crente geme muitovideos porno amador fiz minha prima dos labios carnudos mim mamarSEDUZI MEU GENRO PARA FODER+CONTOSContos eroticos larissa submissa dos tios parte 1conto erotico huntergirls71Feitichi d evangelica c homemprimeiro menage femininocontos transexLuciana meu pinguelo assadocontos meu primo me comeu o cu brincando de pique esconde contos erótico transei com minha sogracontos eroticos malv comendo as interesseiraponodoidosogronegao cacete grosso preto vigilante comendo cu do cliente apos o expediente gosando dentro video amadorcontos eiroticos leilaporncontos de tio comedor esobrinho novinho gayele colocou com muito carinho aquela pica enorme na minha xanacontos eroticos com novinhas rio amazonaseu minha esposa amigo de adolescencniaver vidio porno de novinha dece ano de 2017solandoa bucetinha virgem da gatinha cm o picacontos de insesto dei pro meu filho com o consentimento do meu maridodando pro pratao parte2[email protected]sexo casual recifevidios sexuais de esposas namorando estranhos e maridos gostandocontos de tio comedor esobrinho novinho gaytransei com minha amigaconto gay o meu sonho de consumomorador. de rua sendo bulinado ate gozarcasalnudes xvideosquero ver moças dentro de casa de baby doll bem gordinhovídeo pornô grátis filho com a rola de 40cm por outro Sura fazendo sexo com a mãeVelho brasileiro metendo mão na buceta da neta piranhaputas peladas meladas de margarina no cu