Na Sacristia da Igreja, dei pra ele com vontade!...

Um conto erótico de Lady
Categoria: Homossexual
Data: 25/11/2008 21:15:01
Nota 9.00

Quem leu meu primeiro conto sabe como foi que eu comecei...

Eu já tinha batido um boquete pro meu colega de quarto, o Gustavo, ele tinha 17 anos, mas ja tinha trabalhado na roça do pai dele desde os 11, era um loirinho bronzeado de sol, fortinho, ele era uma delicia!...

Eu tinha 13 anos, mas eu já tinha um corpinho lindinho, todo feminino, eu tinha cinturinha, e uma bunda maravilhosa, empinadinha...

Depois do meu 1º boquete nele, inesperiente e sem sal, ele disse que aquilo ficaria entre nós e que nunca mais eu deveria tocar nele daquele jeito.

passaram-se uns 6 meses, iamos levando a nossa vida no Seminário, ajudavamos nas missas de sabado e domingo, estava tudo normal...

Porém, na horas de recreações como eu já tinha contado no outro conto, eu ia tocar piano, na sala de musica do Seminário, ele ia jogar futebol com os outros.

Depois do boquete que eu tinha feito nele, ele sempre saía mais cedo do jogo e ia me olhar tocar piano...

Um dia eu olhei pra tráz, ele estava sentado na cadeira um pouco atráz, estava todo suado, com aquele cheiro de suor, de homem, ele me disse que eu poderia continuar tocando em paz que ele só queria olhar, eu então dei um sorriso safado e continuei a tocar... Eu estava com um mini short que deixava a minha bundinha linda bem a mostra...

Eu logo notei que ele me secava com os olhos... e que o seu pau estava reagindo á aquilo tudo, e por cima da bermuda dele suada, estava um tesão ernome!...

Eu saí de lá e vi que ele me acompanhava com os olhos, cada passo, cada movimento, ele veio atraz e se trancou no banheiro do quarto, eu vim e fiquei escutando pela porta, ele estava se masturbando lá dentro, ele gemia baixinho e falava assim - "Ah sua puta, se eu te pego seu viadinho, arregaço essa sua bundinha gostosa!...", aquilo me encheu de tesão, tive que tocar uma enquanto ele se masturbava no banheiro, quando ele saiu, ele tinha se esquecido de se limpar, e tinha um jato na blusa azul escuro dele... ele passou a mão rapido quando viu e disfarçou, o padre veio no quarto em uma fração de segundos depois e disse que estavamos escalados pra missa de quarta de manha, a missa era as 6 horas da manha!

Antes de ir para a Igreja São José, eu coloquei um shortinho mini por baixo, e esfreguei limões no meu pescoço, eu sabia que ele adorava o cheiro dos limões!!!

Depois da missa, na Sacristia, enquanto tirávamos as batinas, ele viu o meu shortinho, e ficava me secando...

o padre Mauro saiu da Sacristia, mas ela estava aberta, e qualquer um poderia entrar, era apertadinha, e tinha apenas um armario lá, então entre as portas dos armários, eu falei com ele -"nossa, me ajuda aqui, não estou conseguindo fechar a gaveta!", então ele veio atráz de mim, e eu fingi de inocente e me abaixei atráz dele, senti então seu pau bem no meio do meu rego!

Eu rebolava devagarinho no pau dele, e eu ia gemendo baixinho...

Era tão amedrontador, porém excitante saber que eu estava tentando aquele seminarista, ali, dentro da Igreja, na Sacristia, que qualquer um poderia chgar ali, até mesmo o padre!

Mas eu não estava nem aí, eu só queria dar pra ele ali mesmo, o tesão estava me matando!...

Ele disse que nós não poderiamos jamais fazer nada ali, e que era absurdo, mas o tesão dele falou mais alto...

o Pau dele ficou muito duro, então senti aquele cacete enorme e quente, mesmo por cima das calças me encoxando.. Eu virei pra tráz, o cheiro dos limões ainda estava impregnado no meu pescoço, mandei ele cheirar, ele cheirou, ele apertou forte a minah cintura então, deu um suspiro másculo, forte, e começou a me dra chupões muito fortes no pescoço que até doiam, ele me virou de frente, me deu um tapa na cara, e disse pra mim - "Agora sua putinha safada, vai saber o que provocar um homem, vou te fuder inteirinho até voce suplicar pra mim parar sua vagabunda! Agora chupa a minha rola, agora, eu to mandando sua vadiazinha!" enquanto foi falando isso ele me empurrou pra frente do pau dele, então aquele pau maravilhoso estava a cm do meu rosto, ele disse quase que gritado - "chupa minha putinha safada!" eu respondi com a voz mais doce do mundo - "claro, a sua putinha aqui faz tudo que voce quiser!" e fui lambendo desde o saco até chgar a cabeça, mordisquei a cabeça do pau dele devagarinho, enquanto eu ia fazendo isso ele gemia baixinho, com a boca fechada, até mordendo os lábios, pra ninguem ouvir, então parti pra agressividade e fui com o movimento de vai e vem no pau dele com a minha boca, ele então controlava o boquete com as mãos dele por traz da minha cabeça, ele falava - "Isso... Ah putinha... ahh.... assim, engoli tudo sua vadia, aposto que a sua mãe deve ser tão avdia quanto voce... eu comeria voce e ela juntas!"... Aquilo me enlouquecia, então senti o pau dele inchar, latejar, e ele gemeu alto, e gozou um jato enorme na minha boca, fiquei com nojo, guardei a porra na minha boca, ele tirou o pau da minah boca, e na hora que ele viu que eu não engoli, ele me deu um tapa forte na cara, e disse - "Eu disse que é pra voce engolir vagabunda!", então eu engoli com gosto!

Depois ele me virou de costas, abaixou o meu short, a minha cueca e disse - "Agora é o seu Cu sua puta! vou te arrombar inteirinho!", então ele me mandocuspir no pau dele, pra lubrificar, bateu o pau na minha bunda e disse - "é agora que voce vai ver estrela piranha!", e foi começando a penetrar no meu cuzinho, doeu muito, eu disse pra ele parar porque estava doendo muito, ele tampou a minha boca e foi metendo sem dó nem piedade, eu chorei de dor no inicio, mas depois ficou gostoso, ele ia devagarinho no vai e vem e falava - " Ah puta... Que bunda gostosa, imagina a sua mãe vendo voce aqui sendo cumido pelo rapaz roceiro hein?, Ah...! Rebola no meu pau sua safada, rebola no meu pau!..." Então eu rebolava, e eu também gemia alto, ele aumentava a velocidade e então mais uma vez o pau dele aumentou mais ainda de tamanho, ele gemeu muito alto e gozou muito dentro de mim, senti aquele gozo quentinho escorrer pelas minhas pernas e dentro da minha bunda, foi uma delicia!

Ele disse então - "Agora vai ser sempre que eu quiser voce vai abrir o cu pra mim vagabunda, puta tem que sofrer e voce vai sofrer muito comigo ainda!"

E como sofri, mas sofri e GOZEI! heheheh


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Lady Ivis a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
26/11/2008 16:47:21
26/11/2008 13:46:42
gostei
25/11/2008 22:02:50
Texto safado de um viadinho mais safado ainda!

Online porn video at mobile phone


é só sorriso da b***** dentro do ônibus e não percebe pornôprovoquei e fui comida contos eroticosCoroas na ciririca aztpcomo virei travesti contocomendo o cu da estrangeira dois seguramfotos de vestidos colados que acentue a bundaporno mexeu quadril na piroca do magreloxvideos as muleris que leva macharesconto erótico de menino chupador de pau dos amiguinhosbaixar vídeo pornô pai pega filha comendo o c* dela ela grita de dor pede que não iria estoque o c***** delaContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoroladanucuconto erotico homem suadoporno na fazenda porno doido homem chupanto a buceta ate gozartacontos eiroticos leilapornmae ea finha damdo a bucetaARREBENTO CU JAPINHA BAIXINHA GRITANDOContos er com fotonovinhas.abrir.buzentaver ponei cobrindo poninhadei pra um traficantefui abusado quando era adolecente, nao saou gay, mas me ecxito com porno gaycontos eiroticos leilapornEsposa de olhos vedado e enrrabada coto pescoco deve estar dolorido,esses chifres/cada ve maior,cornoporno ela senta rapido e com forla grita pornodoidoconto papai nao rejeita sua filha tesudagozando na clacinha da cinha da cunhadaconto erotico sexo com vizinho velhos coroa grisalhoPorno contos maes lesbicas ensinam masturbacao as bem novinhas iniciacaoamiguinhos emos loirinhos fazendo sacanagemsexo brutatio tarado comendo sobrinha a forçacontos chantagiei a enteada e tirei seu cabasowwwxxvideo filhinha apaixonadaConto flagante lesbico Viuvaporno gey cunhadinho chega en casa seu cuhado se decraraXxxvidio brasileiro fogindonovinho punheteiro contos eróticos no quatel 2009contoerotico namorada e mae putas do tio jorgehistorias de vizinhas que peidou na boca do vizinhoContos gays cherei a cueca do meu padrásto coroa policial ele flagrou e.mulheres luxuriosas, da buceta tesuda, Lesbicas mesmo e lindasmulher gosandose soltano na cama eu quero ver um sexo bem feito vibrando o cara bombando a mulher gemendo chorandoabaicha vidio porno menina de deis ano sendo abusada pelo paiporno inserto.tia nao guenta vem.sobrio.di.pau durocontos eróticos de incesto uma competição entre a minha filhinha e a sua amiguinhaContos eroticos com foto biMIDINHOPORNOlolitos lindos gay manhososcontos eróticos uma menina órfã estrupada por ladrao xvideochupando ate engasga tiavai novinhas so grelao shortinho enterrado na bucetaincesto irmão bota irmã no colo e ficar bolinando elajantar em familia mulher senta no colo do marido e começa a transar sem a familia desconfiar pornovídeo pornô intrigada e padrastoxxxvideio foçado profesor e alunahostorinha emquadrio porno mai tranza com seu filhofilme de sexo com novinha conto as novinha e os novinho com tardezinhaconto erotico viadinho vestiu calcinha na casa abandonadacontos eróticos a mâozinha pequeninha da filhinhaConto erótico eu era menina e era virgim e meu primo me pegou a forca e depois eu gostei.vídeo de moleque pequenininho trancadinho batendo p****** sexovadia dando o cu fechadíssimocoroas londrinense tarada bem próximoxvideos banhadas porretasmundobicha com lavando a rolavideos decavalo con medo asua dona ate gosamuitovideo porno novinha de 16 domdo p negao da rola de70 ctmcontos erotico gay no dia que minha irmã descobriu que sou gay e leva um amigo para casa